Feira da Agricultura Familiar Urbana recebe produtoras de café na CAMG

IMG_2863

 As agricultoras do “Sítio da Serra Cafés” foram classificadas em um dos concursos de qualidade mais disputados do país

            Na última sexta-feira (29/04), as agricultoras familiares do empreendimento “Sítio da Serra Cafés” participaram da Feira da Agricultura Familiar Urbana, que acontece semanalmente na Cidade Administrativa. Além de vencer concursos na categoria, a empresa é uma das credenciadas da Chamada Pública de compra de café da Secretaria Geral da Governadoria, em atendimento ao PAA Familiar. E a bebida será apreciada, inclusive, pelo Governador Fernando Pimentel.

Os brasileiros são apreciadores da bebida do café. Os mineiros principalmente, liderando a produção e exportação mundial do grão. No município de Cambuquira, região da Serra da Mantiqueira, o empreendimento “Sítio da Serra Cafés” é administrado exclusivamente por mulheres e se destaca como um resultado positivo do que a agricultura familiar tem proporcionado ao estado.

O café do empreendimento recebeu nota 8,2 no Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), se classificando na categoria Gourmet. Além disso, possui o selo Certifica Minas Café, que atesta se a produção respeita as boas práticas agrícolas – como o uso correto de insumos, colheita e armazenamento, proteção da natureza e condições dignas de trabalho.

“O governo nos deu muito apoio, e isso abriu portas para nós, a Chamada Pública, por exemplo. O próprio governador vai poder tomar o nosso café, eu achei muito gratificante”, disse a agricultora familiar, Leila do Carmo Lemes.

Em 2015, o empreendimento se classificou em segundo lugar no Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais, um dos mais disputados concursos de qualidade do fruto no país. Para a agricultora, Margarida Maria Camarini Santos, a conquista é resultado dos vinte e cinco anos de trabalho na cafeicultura. “Nossa intenção é mostrar para o brasileiro que o café verdadeiro é esse que vendemos, um café puro e selecionado, pois sabemos que grande parte do café brasileiro é exportado”, disse Santos.

No período da safra as mulheres intensificam sua função. “É um trabalho delicado, principalmente para nós que lidamos com cafés especiais.”, diz Lemes. Para a agricultora, um produto de qualidade é aquele que demonstra tudo o que um bom café possui, desde o aroma ao sabor, e também pelos valores nutricionais. “Tudo isso somado a muita responsabilidade ambiental e social, pois presamos muito a saúde do consumidor”, conclui.

Chamada Pública

            Na última quinta-feira (28/04), aconteceu abertura das propostas para a Chamada Pública de compra de café pela Secretaria Geral da Governadoria em atendimento a Lei Estadual 20608/2013 e decreto estadual 46712/2015 que instituiu a Política Estadual de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar – PAA Familiar. Esta será a primeira aquisição de produtos da agricultura familiar para abastecer os Palácios. Quatro empreendimentos da Agricultura Familiar foram credenciados para fornecimento de aproximadamente 1,3 quilos de café.