Fernando Pimentel defende diálogo com setor de supermercados e padarias

Fernando Pimentel defende diálogo com setor de supermercados e padarias

O governador Fernando Pimentel participou nesta terça-feira (18/10) da solenidade de abertura da 30ª edição da Superminas Food Show 2016, a maior feira dos setores supermercadista e da panificação da América Latina, realizada no Expominas, em Belo Horizonte, com estimativa de negócios diretos e indiretos da ordem de R$ 1,4 bilhão. Durante os três dias do encontro, até o dia 20 de outubro, haverá um estande para divulgar produtos e serviços de 20 agricultores familiares do Estado, selecionados durante o Circuito Mineiro de Compras Sociais.

Em seu pronunciamento, Pimentel ressaltou a importância do evento para o segmento varejista em Minas e celebrou a inauguração dos 20 estandes com produtos regionais do Estado – que fez questão de visitar. “Compartilho com vocês a alegria de ver a Superminas chegar na sua trigésima edição. Eu diria que este deve ser um dos maiores, se não for o maior evento desse gênero no Brasil. Alegria de ver também aqui, talvez pela primeira vez, um estande de agricultores familiares que o Governo do Estado está promovendo, incentivando junto com a Associação Mineira de Supermercados (Amis), valorizando os nossos produtos regionais e a pequena e a média produções no Estado”, afirmou, lembrando ser a Superminas uma oportunidade de gerar renda e bons negócios para os produtores.

Para o governador, iniciativas como esta feira trazem um sentimento de esperança, no sentido de ser uma alternativa para sobreviver à crise econômica. Ele visitou alguns estandes e prometeu permanecer parceiro dos setores de supermercados e padarias para alavancar a economia de Minas.

“Compartilho um sentimento muito forte de esperança, de que aqui nós estamos no caminho correto, do futuro. Em vez de falar de crise, em vez de se lamentar desse ou daquele governo, nós estamos fazendo aquilo que o povo brasileiro quer que a gente faça: trabalhar, olhando para frente, para o futuro, buscando melhorar as condições de trabalho desse setor que, com certeza, é o setor que tem maior capilaridade no Estado”, disse.

“Minas tem 853 municípios, é o estado que mais tem municípios no Brasil e, em qualquer um em que você chegar, vai ter igreja – uma católica e uma evangélica -, uma padaria e um supermercado. Isso só já fala da importância que têm esses setores para a nossa economia, para a sobrevivência adequada e o bem-estar do nosso povo, da nossa gente. Então, essa é a esperança de que nós temos, de que apoiando o setor de supermercados e de panificação nós estamos, na verdade, apoiando a boa e sadia economia de Minas Gerais. Vamos continuar parceiros desses setores”, completou.

Agricultura familiar

O espaço voltado para os pequenos produtores rurais visa aproximar quem produz e os maiores compradores de Minas Gerais. É resultado da parceria entre o Governo do Estado, por meio do Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas (Fopemimpe), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), Associação Mineira de Supermercados (Amis) e Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão). O Fopemimpe é ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif). O patrocínio é da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

Para Ana Martins, dona da Rancho Paraíso, produtora de doces mineiros, a participação dela e de outros expositores mostra a qualidade dos pequenos produtores mineiros. “De mais de 120 candidatos, fomos selecionados e estamos aqui mostrando o valor do produto regional mineiro”, acrescentou. Ela trabalha no ramo há seis anos.

Participaram da abertura da Superminas os secretários de Estado Odair Cunha (Governo), José Afonso Bicalho (Fazenda), João Cruz Reis Filho (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Miguel Corrêa (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), Fábio Cherem (Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais) e professor Neivaldo (Desenvolvimento Agrário), entre outras lideranças políticas e empresariais no Estado.

Destaque no Brasil

De acordo com o presidente da Associação Mineira de Supermercados (Amis), Alexandre Poni, a entidade representa 90% do PIB supermercadista de Minas Gerais, que é o segundo maior do país. “Temos o espírito empreendedor, de esperança e de ação. Estamos presentes em todos os municípios de Minas, garantindo o abastecimento à população”.

Ele também valorizou o diálogo que o governo do Estado mantém com o setor. “Estamos discutindo com o governo de Minas questões tributárias de muita importância. Pleiteamos a simplificação e a desburocratização da legislação. Esperamos que a feira possa ser berço da política tributária em Minas”.

O segmento é o principal gerador do primeiro emprego no estado, com carteira assinada: cerca de 60%. Também é o maior empregador de pessoas da terceira idade. Segundo o setor em Minas, a estimativa para este ano é de geração de 179 mil empregos diretos e o faturamento previsto é de R$ 34 bilhões. Em 2015, o faturamento foi de R$ 33 bilhões.

A feira

Organizado pela Associação Mineira de Supermercados (Amis) e pelo Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (Amipão), a Superminas vai reunir empresários e profissionais desses segmentos de todas as regiões de Minas Gerais e de vários estados brasileiros, além de compradores internacionais. A previsão é que compareçam representantes de mais de 500 municípios mineiros, 25 estados e 20 países. São mais de 400 dos segmentos de alimentos, bebidas, limpeza, gourmet, tecnologia, máquinas e equipamentos.