Governador Valadares comemora investimentos no setor da agricultura familiar

5cc0af66-474d-4ae5-9cb8-a00428794dcf

Com o apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), cinco associações de agricultores familiares receberam 10 barracas do Projeto de Apoio às Feiras Livres da Agricultura Familiar (Aqui tem Feira!), programa desenvolvido pela Seda e que tem contribuído para a ampliação de renda no campo. A ação integra o plano de investimentos anunciados pelo município de Governador Valadares para o setor da agricultura familiar.

“O papel da secretaria é fazer com que vocês, agricultores familiares, produzam e comercializem seus produtos, além disso, as feiras contribuem para o desenvolvimento econômico local”, disse o secretário de Estado, Professor Neivaldo, durante rodada de conversa com os agricultores familiares do município, realizada na tarde de segunda-feira (21).

Além do trabalho da Seda, a prefeitura de Valadares, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente (Sema), fornece suporte técnico para que as associações da agricultura familiar tenham infraestrutura adequada para a comercialização. O Banco de Alimentos de Valadares, por exemplo, foi reativado no mês passado e tem como objetivo arrecadar alimentos que estejam em condições de consumo e repassá-los para instituições assistenciais previamente cadastradas.

Ao todo, cinco associações foram contempladas com os kits: Associação dos Agricultores Familiares dos Córregos Unidos e Distrito de Brejaubinha (ACUB), Associação dos Produtores Rurais do Bananal do Melquíades, Associação dos Produtores Rurais do Cassimiro, Associação de Cooperação Mista dos Feirantes da Agricultura Familiar Agroecológica (ACOMFAFA), Associação da Ilha Brava e Feira da Economia Solidária.

Projeto de Apoio às Feiras Livres da Agricultura Familiar

Só neste ano o Governo de Minas Gerais distribuiu para associação de agricultores familiares cerca de 150 kits de feira livre, com investimentos que chegam a R$ 1,5 milhão. A previsão é que até o fim do ano, os recursos cheguem a R$ 2 milhões. Cada kit feira é composto por 10 barracas, 20 jalecos, 60 caixas plásticas e duas balanças de precisão.

O programa tem avançado e indica que o Estado enxerga a ação como um ponto de partida para a valorização dos agricultores familiares. As feiras livres são o principal canal para a comercialização de produtos da agricultura familiar.