Programa estadual para regularizar terras chega ao Noroeste de Minas

imagem de destaque

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), em parceria com a Emater-MG, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e lideranças locais, iniciou mais uma etapa do programa estadual de regularização fundiária rural, com a realização de audiência pública no município de Arinos, no Noroeste de Minas Gerais.

Durante o encontro foi apresentado o plano de trabalho para o mutirão de recadastramento das famílias, que será realizado entre os dias 28 de novembro a 2 de dezembro, no salão da Adesa – Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Arinos .

Com a retomada do programa nesta gestão – estava paralisado desde 2011 -, o Governo de Minas Gerais espera atender cerca de 250 famílias de agricultores da região, que aguardam há anos pela regularização de terras devolutas (sem registro).

O secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Professor Neivaldo, lembrou que o título de posse da terra é fundamental para que os trabalhadores e trabalhadoras rurais possam acessar políticas públicas que lhes garantam mais emprego e renda. “Queremos que os homens e as mulheres do campo tenham dignidade”, completa.

Balanço

Desde o ano passado, já haviam sido realizadas 21 audiências públicas em outros municípios de sete Territórios de Desenvolvimento: Norte, Alto Jequitinhonha, Médio e Baixo Jequitinhonha, Metropolitano, Mucuri, Caparaó e Vale do Aço.

De acordo com a Superintendência de Acesso à Terra (SAT), cerca de seis mil famílias já foram cadastradas e mais de 4.500 medições já foram contratadas.

Nesta semana, também será realizada audiência pública nos municípios de Bonfinópolis de Minas (nesta quarta-feira, 23/11) e Paracatu (quinta-feira, 24/11). Nessas cidades, o mutirão de recadastramento das famílias também acontecem entre os dias 28 de novembro e 2 de dezembro.