Quilombo Macaúbas recebe certificação no 13 de maio

IMG_3014

O secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário, Professor Neivaldo, participou na sexta-feira, 13 de maio, Dia da Abolição, da entrega de certificado à comunidade Macaúbas, de remanescentes de quilombo, em Bocaíuva, no Norte de Minas Gerais. A certificação é uma ação da Fundação de Cultura Palmares, com o apoio da Diretoria para o Desenvolvimento Sustentável de Povos e Comunidades Tradicionais (PCTs), da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (Seda).

“Um dia especial, de festa e de agradecimento. Entregamos o título de reconhecimento do Território Quilombola, fornecido pela Fundação Palmares, importante para o desenvolvimento dos povos tradicionais, que têm uma relação direta com a agricultura familiar”, disse Professor Neivaldo.

De acordo com o secretário, foi uma oportunidade da Seda e da Emater-MG, também representada, ouvirem as demandas da comunidade. O diretor para Desenvolvimento Sustentável de PCTs, Vandeli Paulo dos Santos, ainda realizou a entrega de artigos de vestuários (roupas e sapatos) arrecadados pelos servidores da Seda. A agenda também contou com a presença do subsecretário de Agricultura Familiar, Luiz Baku.

Acesso a políticas públicas

O Quilombo Macaúbas é uma das mais de 2.600 comunidades certificadas pela Fundação Cultura Palmares no país. Em Minas Gerais, recentemente foram certificadas também as comunidades Marobá, no município de Almenara, Pradinho, em Bertópolis, Mocambo, Sítio, Serrinha, em Frutal, e Córrego do Meio, no município de Paula Cândido.

A partir da certificação como remanescente de quilombo, a comunidade pode acessar um conjunto de políticas públicas para promover o desenvolvimento sustentável das comunidades.