Redes de supermercado se rendem aos produtos da agricultura familiar

cap_0543_edt

Empreendimentos da agricultura familiar já começaram a colher os frutos da participação na 30ª edição da Superminas Food Show 2016, a maior feira dos setores supermercadista e da panificação da América Latina, realizada em outubro, na capital mineira.

Durante os três dias de evento, 20 pequenos negócios (a maioria de agricultores familiares) puderam participar de rodadas de negociações dentro do projeto Circuito Mineiro de Compras Sociais. O momento foi oportuno para a agricultura familiar ganhar destaque em grandes redes supermercadistas e gerar oportunidade de renda no campo.

No Café Gourmet Clube, localizado no Mercado Central e na loja Empório Palato, no bairro Floresta, em Belo Horizonte, o freguês terá a oportunidade de comprar o produto do empreendimento familiar Café Fruto Fino, do município de Carangola, um dos participantes do Circuito Mineiro de Compras Sociais e que tiveram sucesso nas negociações com o varejo neste ano.

Segundo a agricultora familiar, Julenia da Silva, o café caiu no gosto do público da Superminas, assim como na Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos Rio 2016, motivo que chamou a atenção dos varejistas nos três dias do circuito.

“Jamais teríamos condições de bancar nossa participação em uma feira dessas, o apoio do Governo foi fundamental para provar nosso valor. A Superminas também nos fez entender que precisamos ajustar o código de barras dos nossos produtos, para assim expandir cada vez mais nossas vendas e já estamos trabalhando nisso”, diz Julenia.

Para o empreendimento Sabores da Ovelha (foto), de Itapecerica , o Circuito Mineiro de Compras Sociais serviu para alinhar e reforçar a parceria já firmada com o Verdemar Supermercado e Padaria, e abrir novas oportunidades como o supermercado Big Mais, em Governador Valadares, e o Empório do Carmo, em Belo Horizonte.

“Eu enxergo a Superminas com uma importância muito maior, no sentido da negociação ser fruto do aprendizado no evento. Precisamos aprender as linguagens do pequeno e do grande produtor que são completamente diferentes na comercialização”, afirma a agricultora familiar Lara Dias.

Uvas e morangos também ganharão destaque nas festividades de fim de ano. O empreendimento Sítio Vitória Uvas e Morangos, do município de Fortaleza de Minas, fechou negócios com os supermercados SuperLuna e Verdemar e o diferencial serão as embalagens customizadas para o natal.

“Também fechamos parceria com o supermercado ABC de Divinópolis. Participar da Superminas foi uma experiência gratificante, pois a qualidade das frutas melhorará muito porque vou colher o produto no dia e entregar no outro”, comemora o agricultor familiar, Alexandre Camargos.

Objetivo alcançado

Para o superintendente de Acesso à Mercados e Comercialização da Seda, Lucas Scarascia, o Circuito Mineiro de Compras Sociais cumpriu com seu objetivo: demonstrar a qualidade dos produtos produzidos pela agricultura familiar , que carregam também a diversidade e a tradição da produção familiar de Minas Gerais.

“A colocação destes produtos nos mercados varejistas é um sinal de que a população tem tido cada vez mais consciência quando o assunto é alimentação saudável”, afirmou Scarascia.

A iniciativa de aproximar quem produz e os maiores compradores do estado é resultado de uma parceira entre o Governo de Minas Gerais, por meio do Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas (Fopemimpe) – ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif) -, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda), Associação Mineira de Supermercados (Amis) e Sindicato e Associação Mineira da Indústria da Panificação (Amipão). O patrocínio foi da Codemig.