Seda marca presença no Seminário Regional de Agroecologia em Sete Lagoas

IMG_4623

O secretário de Estado, Professor Neivaldo apresentou as ações agroecológicas promovidas pela secretaria

     Nesta quarta-feira (27/07) o secretário de Estado, Professor Neivaldo apresentou, no Seminário Regional de Sistematização de Experiências dos Núcleos de Agroecologia – Sudeste, realizado no município de Sete Lagoas, as principais ações realizadas pela Seda no que diz respeito à agroecologia. Os encontros serão realizados nas cinco regiões do país e tem como objetivo criar espaços estratégicos para o fortalecimento e troca de conhecimentos sobre o tema. A agroecologia consiste em uma proposta de agricultura familiar socialmente justa, economicamente viável e ecologicamente sustentável.

     Os seminários fazem parte do projeto “Sistematização de experiências: construção e socialização de conhecimentos – o protagonismo dos Núcleos e Rede de Núcleos de Estudos em Agroecologia das universidades públicas brasileiras”, e é uma iniciativa nacional proposta pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-Agroecologia). “O foco do projeto é o fortalecimento dos processos de construção participativa e socialização de conhecimentos agroecológicos”, disse a coordenadora do projeto, professora Leila Louback.

      “O grande desafio da Seda neste ano é a implementar as ações do Programa Nacional de Redução de Agrotóxicos (Pronara) para sensibilizar os agricultores para a importância da redução permanente do uso de agrotóxicos na produção dos alimentos, bem como conscientizar a população dos benefícios do consumo de alimentos saudáveis”, disse Professor Neivaldo aos presentes. Ao todo, mais de 25 instituições dos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo participaram do evento.

      Os seminários foram organizados e propostos pela ABA – Agroecologia em parceria com o Projeto Comboio Agroecológico Sudeste, Centro Vocacional Técnológico em Agroecologia e Produção Orgânica de Minas Gerais, Grupo Guayi de Agroecologia – CVT-MG/Guayi e entidades como a Universidade Federal de São João Del Rey (UFSJ) e a Embrapa/Milho e Sorgo.

Ações da Seda

     O CEDRAF-MG criou a Câmara Técnica de Agroecologia e Produção Orgânica. Além disso, discutiu-se o decreto de regulamentação da Lei 18374/2009 do Banco Comunitário de Sementes.

     Neste ano, a Seda tem executado ações educativas no âmbito da Segurança Alimentar, como o Alimentando a Cidadania, oficinas de Capacitação Técnica como o Circuito Alimentação e campanhas de redução do uso de agrotóxicos. Estas ações tiveram a participação de mais de 2 mil pessoas de todo o Estado que se conscientizaram da importância de consumir alimentos saudáveis e orgânicos.